6 dicas para guardar alimentos na geladeira corretamente sem perder sabor e nutrientes

6 dicas para guardar alimentos na geladeira corretamente sem perder sabor e nutrientes
6 dicas para guardar alimentos na geladeira corretamente sem perder sabor e nutrientes

6 dicas para guardar alimentos na geladeira corretamente sem perder sabor e nutrientes.

Saber como devemos conservar os alimentos em nosso dia a dia, além de uma prática econômica, é uma ação extremamente saudável e benéfica para a nossa rotina alimentar. Ao aproveitar o máximo tudo que os produtos têm a oferecer, tanto em relação a sabor, quanto aos seus nutrientes, a qualidade da nossa alimentação também melhora, resultando em bem-estar e, claro, muito mais saúde para o corpo!

>Remova gordura dos armários de cozinha com estes 2 ingredientes

Como organizar os alimentos na geladeira

Cada alimento na geladeira deve ser armazenado em recipientes ou sacos fechados, para que não tenha contato com outros produtos que possam estar contaminados. Além disso, não se deve superlotar a geladeira, para que o ar frio circule com mais facilidade e conserve os alimentos por mais tempo.

Para reduzir o risco de contaminação dos alimentos, a geladeira deve estar organizada da seguinte forma:

  • Parte superior: iogurtes, queijos, maionese, patês, presunto e ovos;
  • Parte intermediária: na prateleira superior, colocam-se alimentos cozidos;
  • Prateleira inferior: carnes e peixes crus ou em processo de descongelamento;
  • Gaveta: frutas e legumes frescos;
  • Porta: leites, azeitonas e outras conservas, condimentos, manteiga, sucos, geleias, água e outras bebidas.

>10 dicas poderosas de como utilizar o vinagre na limpeza da casa

Uma dica para conservar os legumes e temperos picados por mais tempo, deve-se lavar e secar bem cada legume antes de colocá-los na geladeira, cobrindo o recipiente de armazenamento com papel toalha para absorver o excesso de água que se forma no ambiente frio.

Alimentos que não precisam ficar na geladeira

A lista abaixo indica os alimentos que não precisam ficar guardados dentro da geladeira:

  1. Cebola porque estraga mais rápido do que na despensa;
  2. Alho porque pode ficar sem sabor e mofado mais rápido;
  3. Tomate porque pode perder o sabor;
  4. Batata branca ou batata doce porque podem ficar mais secas e demorar mais tempo para cozinhar;
  5. Pimenta em conserva porque já tem ingredientes que evitam que estrague;
  6. Todo tipo de pão porque o deixa mais seco rapidamente;
  7. Mel ou melaço porque irão cristalizar;
  8. Frutas como banana, maçã, pera, tangerina ou laranja porque perdem seus antioxidantes, o ideal é comprar em menor quantidade;
  9. Frutas como mamão, melancia, melão ou abacate depois de abertas podem ficar na geladeira embrulhadas com plástico filme;
  10. Abóbora porque perde líquido e sabor e por isso precisam ficar guardadas num local escuro, mas bem ventilado;
  11. Manteiga de amendoim e Nutella porque ficam duras e ressecadas, por isso devem estar sempre dentro da dispensa ou numa bancada limpa, com embalagem bem fechada;
  12. Cenoura porque pode ficar seca e sem sabor, prefira um local arejado, mas ao abrigo da luz;
  13. Chocolates mesmo que estejam abertos porque fica dura e tende a ficar com cheiro e sabor diferentes, jamais deixe perto da cebola;
  14. Cereais de café da manhã porque podem ficar menos crocantes;
  15. Condimentos e especiarias como orégano, salsinha, pimenta em pó, colorau não devem ficar na geladeira porque podem ficar úmidos e perder seu sabor;
  16. Molhos industrializados como Ketchup e mostarda não precisam ficar na geladeira porque contém conservantes que os mantém por muito tempo mesmo em temperatura ambiente;
  17. Biscoitos mesmo em embalagem aberta porque a umidade pode tirar a crocância e ficar com sabor diferente do original.

>Como remover gordura dos armários de cozinha com apenas 2 ingredientes

6 dicas para conservar os alimentos sem perder sabor e nutrientes no dia a dia

1 – Ervas frescas: Para esses tipos de alimentos, é importante picar e congelar com azeite (após serem devidamente higienizadas) em forminhas de gelo. “Já as folhas que serão usadas na semana devem ser lavadas, higienizadas, bem secas (preferir usar papel toalha) e guardadas em pote fechado (preferir colocar na parte inferior da geladeira)”, destaca a profissional.

2- Molho de tomate: De maneira simples, passe para um pote de vidro e cubra 2cm de azeite ou outro óleo.

>Incrível: Essa mistura te deixa livre das moscas e mosquitos

3- Alimentos que vem em embalagem de isopor: Esses produtos devem ser transferidos para outro recipiente porque o isopor funciona como isolante térmico prejudicando refrigeração adequada.

4- Milho, ervilha e conservas: Devem passar para pote de vidro com o próprio líquido de conserva.

5- Evite potes plásticos: Prefira os de vidro principalmente para conservar alimentos gordurosos, alimentos ácidos e água. “O BPA (bisfenol A) presente no plástico pode passar para o alimento e várias pesquisas apontam malefícios para a saúde”, explica a especialista.

>11 ingredientes da cozinha vão te ajudar a fazer a faxina na casa

6- Congele frutas e legumes se necessário: A maioria das frutas pode ser congelada, seja em pedaços ou apenas a polpa, o que é ótimo para fazer sucos e vitaminas. Os nutrientes são mantidos e a validade pode se estender em até seis meses. Muitos legumes também podem ser congelados. Quase todas as frutas – principalmente aquelas vermelhas como cereja, morango, framboesa e mirtilo – também podem ir ao freezer. Apenas os vegetais consumidos crus, como alface, couve e pepino, não devem ser congelados.

OBS: Atenção! Sempre lavar as latas e embalagens antes de abri-las. “Lavar bem os recipientes dos produtos é importante para previnir doenças como hepatite e leptospirose”, finaliza Patrícia Bertoni.