6 sinais que seu corpo envia quando a imunidade está baixa

6 sinais que seu corpo envia quando a imunidade está baixa
6 sinais que seu corpo envia quando a imunidade está baixa

6 sinais que seu corpo envia quando a imunidade está baixa

Ter ou estar com imunidade baixa vai muito além de sentir cansaço, ter queda de cabelo, unhas fracas ou herpes . Esses podem ser sinais a serem observados, mas podem não estar relacionados à imunidade.

Vários são os fatores que o médico deve levar em consideração antes de diagnosticar que uma pessoa tem baixa imunidade e precisa de tratamento, entre outros, porque essa situação pode durar vários meses e trazer sintomas diversos.

Causas de baixa imunidade

Em primeiro lugar, é preciso saber que a baixa imunidade pode ser causada por dois fatores principais: pode ser primária, quando a pessoa tem uma predisposição genética para isso, ou pode ser devido à exposição a situações que fazem com que o corpo perca seu equilíbrio imunológico.

>>Unhas fracas: resolva esse problema com este tratamento caseiro

Esses dois fatores principais podem ser acionados por vários motivos, como:

  • Uso de drogas que suprimem a imunidade;
  • Quimioterapia;
  • Exposição à radiação;
  • Abuso de álcool e outras drogas;
  • Doenças crônicas;
  • Excesso de exercício físico;
  • Falta de descanso adequado;
  • Estresse prolongado;
  • Deficiência de vitamina;
  • Doenças que fazem com que o corpo perca muitas proteínas;
  • Maus hábitos de estilo de vida (estilo de vida sedentário, dieta pobre).

Sinais que o corpo envia quando a imunidade está baixa

As doenças recorrentes costumam fazer uma pessoa perceber que a imunidade pode estar baixa. Veja a seguinte lista:

1. Pneumonia

Ter duas ou mais pneumonias no mesmo ano é um sinal de alerta de baixa imunidade. Os sintomas podem ser: febre alta, calafrios, tosse com expectoração, falta de ar, dor no peito, vômitos, fraqueza, perda de apetite e dores no corpo.

2. Otite

A otite é uma inflamação causada pelo acúmulo de líquido no ouvido. Se a doença ocorrer oito ou mais vezes no mesmo ano, é outro sinal de alerta. Os sintomas variam dependendo do tipo de otite, mas podem ser: fortes dores no ouvido, diminuição da audição, corrimento, coceira, febre, falta de apetite.

>>Tratamento caseiro para estrias com azeite de oliva e aloe vera

3. Estomatite ou monilíase

A estomatite apresenta lesões na boca e gengivas, que podem surgir várias vezes ao ano em pessoas com baixa imunidade, assim como a monilíase, que é uma infecção fúngica e apresenta manchas brancas e escamosas na língua, bochechas, gengivas ou lábios. Essa doença pode durar mais de dois meses quando a imunidade está comprometida.

4. Abscesso ou furúnculos

Abcessos e furúnculos são erupções cutâneas com pus que causam dor, pois são mais profundos do que uma espinha. Eles podem causar febre e surgir em mais partes do corpo ao mesmo tempo, especialmente no pescoço, seios, nádegas, virilha e rosto.

5. Infecção intestinal ou diarreia crônica

Muitas pessoas sofrem de problemas intestinais e existem várias razões para isso. No entanto, ter diarreia frequente e problemas intestinais relacionados com infecções é um aviso de baixa imunidade.

>>2 receitas de pré poo para combater ressecamento e crescer o cabelo

6. Efeito adverso da vacina BCG

A vacina BCG é a que se aplica aos bebês, que deixa uma cicatriz no braço. Em bebês com baixa imunidade, pode ocorrer uma reação adversa após a aplicação da vacina, com dificuldade de cicatrização da pele e reação pela bactéria da vacina que dá tuberculose.

Atenção à história da família

Quando uma pessoa sabe que existe histórico familiar de doença relacionada à imunidade, é importante que ela fique alerta e consulte um médico para avaliar sua saúde. O estado clínico do paciente, incluindo várias doenças e síndromes relacionadas ao sistema imunológico, indicará que essa predisposição existe e que a pessoa precisa de melhores cuidados.

>>Siga estas etapas e tenha uma pele lisa e livre de cravos

O que fazer para prevenir e tratar a baixa imunidade?

Manter um estilo de vida saudável é essencial para um sistema imunológico eficiente. Mas atenção: os excessos também são perigosos, como exagerar na atividade física ou desenvolver um distúrbio alimentar por ter um vício em alimentação saudável, chamado de ortorexia .

Seja para prevenir ou tratar doenças que são indícios de baixa imunidade, o ideal é consultar um médico e fazer exames  para ter certeza da sua saúde. Se você precisar equilibrar algo para evitar problemas, seu médico recomendará as melhores práticas. Se você estiver doente, apenas o seu médico pode prescrever o tratamento mais eficaz.

>>Creme caseiro para eliminar “pés de galinha” e rejuvenescer a pele

Veja mais