BNDES suspende cobrança de financiamentos de pequenas empresas

BNDES suspende cobrança de financiamentos de pequenas empresas
BNDES suspende cobrança de financiamentos de pequenas empresas

BNDES suspende cobrança de financiamentos de pequenas empresas

O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) suspendeu a cobrança de pagamento por empréstimos feitos por micro e pequenas empresas de todos os setores por seis meses – de maio a outubro de 2021.

Também poderão pedir a suspensão, independentemente do tamanho, empresas de atividades artísticas, transporte aéreo, alojamento e transportes rodoviário e metroferroviário de passageiros. Para o setor audiovisual, será permitida a suspensão de pagamentos pelo prazo de até 12 meses.

>>Petrobras reduz preços do diesel e da gasolina nas refinarias

Ficam de fora operações de comércio exterior e contratadas pela administração pública, por exemplo.

Como solicitar suspensão de financiamentos

O pedido de suspensão deve ser feito nos bancos, onde contrataram o financiamento, ou por meio de preenchimento de um formulário no site do banco a partir da próxima segunda-feira (3).

A prorrogação deverá estar dentro dos 18 meses posteriores ao prazo final do contrato. A medida também pode retroagir, abarcando até a primeira prestação em aberto após 15 de fevereiro deste ano.

Crise econômica

>>Receita libera nova versão do programa da declaração do IR 2021

A medida foi tomada para amortecer os efeitos da pandemia. O banco já havia lançado mão da ferramenta, pelo mesmo motivo, em março do ano passado.

Nesta quinta, o vice-presidente da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), Rafael Cervone, defendeu a prorrogação dos prazos de carência de empréstimos feitos a pequenas e média empresas.

A defesa foi feita em reunião do Compi (Conselho Superior da Micro, Pequena e Média Indústria), segundo nota divulgada.

>>Fiocruz identifica anticorpos do coronavírus em gato e cachorro

Veja mais