Centro Logístico vai abrir mais de 1,5 mil vagas de emprego em Simões Filho

Centro Logístico vai abrir mais de 1,5 mil vagas de emprego em Simões Filho
Centro Logístico vai abrir mais de 1,5 mil vagas de emprego em Simões Filho. Foto: Divulgação

Centro Logístico vai abrir mais de 1,5 mil vagas de emprego em Simões Filho

Atualmente com nove empreendimentos logísticos que, juntos, somam mais de 1,4 milhão de m² de área locável, a empresa Golgi escolheu o município de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS) para instalar o seu  primeiro centro logístico no nordeste.

O novo empreendimento ficará localizado no Centro Industrial de Aratu (CIA) e ocupará uma área de 330 mil metros quadrados de terreno, com aproximadamente 130 mil metros quadrados construídos. O empreendimento gerará mais de dois mil postos de trabalhos durante a obra e mais de 1.500 empregos diretos durante a sua operação, é o que estima a Golgi.

>>Simões Filho recebe novo lote de vacinas e convoca idosos de 62 anos

Para atingir esse objetivo, a Golgi firmou uma operação de retro locação de longo prazo com a Avon, por meio do qual a empresa de cosméticos continuará operando seu centro logístico implantado em parte do imóvel desde 2004, em Simões Filho. A Golgi, por sua vez, irá desenvolver e construir novos galpões logístico-industriais no restante daquela área, trazendo mais desenvolvimento, empregos e arrecadação de tributos ao estado e município.

Esta operação permitirá que a Avon solidifique e modernize sua operação no município, enquanto a construção de novos galpões logísticos e industriais atrairá para aquela região outras empresas que já demandam centros logísticos-industriais para se instalar, gerando empregos e impostos no estado da Bahia.

>>Banco Santander inaugura agência em Simões Filho

A Bahia foi o estado escolhido pela Golgi para sua entrada no Nordeste brasileiro em razão de seu potencial para a absorção de galpões logísticos-industriais, resultado da presença de um enorme mercado consumidor naquele que é o maior território desta importante região do Brasil.

Os centros logísticos-industriais são atualmente uma peça fundamental na cadeia de produção e distribuição de produtos, tendo em vista a crescente importância do e-commerce para as empresas dos mais variados ramos de atividade. Apesar da pandemia da Covid-19, a Golgi mantém seus investimentos ao redor do país e tem forte expectativa de excelentes resultados na Bahia.

>>Prazo para contestar auxílio emergencial negado vai até o dia 12

Fonte: Correio24h

Veja mais