Google lança app de ensino sobre programação em português

Google lança app de ensino sobre programação em português
Google lança app de ensino sobre programação em português. Foto: Shutterstock

Google lança app de ensino sobre programação em português

Lançado em países de língua inglesa em 2018, o aplicativo (app) Grasshopper, da Google, foi apresentado hoje (8) no Brasil. O programa, que é uma ferramenta visual de aprendizado de linguagens de programação para web, mostra, com exemplos curtos, como criar elementos básicos para páginas de internet.

“O Grasshopper é a melhor maneira de começar sua aventura na programação, com jogos divertidos e rápidos em seu celular que te ensinam a escrever JavaScript. Passe por níveis progressivamente desafiadores à medida que desenvolve suas habilidades e, em seguida, gradue-se com habilidades de programação fundamentais para sua próxima etapa como programador”, informa o texto que apresenta o app em lojas digitais.

>>Deputados aprovam projeto de Lei que prevê auxílio a agricultores familiares

Segundo a Google, o aplicativo mostra os fundamentos das linguagens de programação utilizadas para a internet e ensina as terminologias básicas para a compreensão do trabalho de um programador, como funções, variáveis, condicionantes, operadores e objetos. O Grasshopper também traz troféus e conquistas que mostram a evolução do aprendizado.

O conteúdo das lições, que foi totalmente traduzido para português brasileiro, é apresentado como uma série de quebra-cabeças e questionários que ficam gradativamente mais complexos, explica Laura Holmes, gerente sênior de projetos da Google.

Mega-Sena sorteia hoje prêmio estimado em R$ 12 milhões

“Cada quebra-cabeça de código faz o estudante escrever JavaScript de verdade usando um ambiente de edição personalizado. É dado um desafio ao estudante, e ele tem que resolver usando o código, mas precisa apenas de alguns toques na tela para escrever”, afirma a engenheira em uma postagem na página oficial do aplicativo.

O Grasshopper está disponível para os sistemas operacionais Android e iOS, e pode ser usado por crianças de todas as idades.

>>Pfizer testará vacina em grupo de crianças menores de 12 anos

Veja mais