Governo anuncia R$ 410 milhões em bolsas e auxílio para estudantes baianos

Governo anuncia R$ 410 milhões em bolsas e auxílio para estudantes baianos
Governo anuncia R$ 410 milhões em bolsas e auxílio para estudantes baianos

Governo anuncia R$ 410 milhões em bolsas e auxílio para estudantes baianos

O Governador da Bahia, Rui Costa anunciou em coletiva de imprensa nesta terça-feira (16) que vai investir mais de R$ 410 milhões em programas de auxílio aos estudantes da rede básica de educação do estado.

De acordo com Rui, uma das iniciativas, denominada de “bolsa permanência”, visa combater o abandono escolar com uma bolsa de R$ 150 para os alunos cadastrados no CadÚnico, que comprovem o vínculo e assiduidade nas escolas.

>>Programa de qualificação profissional abre 6.069 vagas gratuitas

Mais Estudo

O Mais Estudo, já lançado pelo governo, destina uma bolsa de R$ 100 para estudantes que vão dar monitoria aos colegas da rede estadual. Os selecionados irão dar monitorias de Língua Portuguesa, Matemática e Educação Científica da Educação Básica, contribuindo para a aprendizagem dos colegas durante o ano letivo 2020/21.

Serão oferecidas duas vagas de monitores por turma em todas as unidades escolares da rede estadual e os selecionados receberão uma bolsa de R$ 100, durante o período de vinculação ao programa. A seleção começou na segunda-feira (15) e seguirá até o dia 26 de março, conforme o edital. O estudante não precisará ir na escola.

>>Nascidos em fevereiro podem atualizar dados do Caixa Tem; Veja cronograma

Serão selecionados os estudantes do 8º e 9º ano do Ensino Fundamental e da 1ª a 4ª séries do Ensino Médio e da Educação Profissional, que estejam regularmente matriculados na unidade escolar em que irá realizar a monitoria, tendo obtido aproveitamento com média final igual ou maior a oito (8,0) no ano letivo ou no trimestre anterior àquele em que será iniciada a seleção no Componente Curricular no qual pleiteia a monitoria.

Vale-alimentação

Durante a transmissão, o governador também contou detalhes sobre a quinta parcela do Vale-alimentação estudantil, que será depositado a partir do dia 23 de março. Todos os estudantes regularmente matriculados na rede estadual em 2020 têm direito ao crédito de R$ 55. Ao todo, serão destinados mais R$ 44 milhões, que, junto aos recursos já creditados até agora, somam R$ 220 milhões de investimentos com recursos próprios do Estado.

>>Espaços públicos e unidades de saúde passam por desinfecção em Simões Filho

O recurso será depositado no cartão Alelo, que os estudantes já têm acesso, e poderá ser usado em qualquer um dos 18 mil estabelecimentos que aceitem a bandeira nos 417 municípios, distritos e povoados da Bahia. O cartão vale-estudantil é destinado, exclusivamente, para a compra de gêneros alimentícios e a escolha do estabelecimento para a compra é de livre escolha do estudante. Em caso de dúvida, o estudante deve entrar em contato com a escola onde está matriculado ou pelos canais da Ouvidoria (0800 284 0011 e e-mail [email protected]).

Veja mais