Governo libera novo RG gratuito e CPF Digital no celular

Governo libera novo RG gratuito e CPF Digital no celular
Governo libera novo RG gratuito e CPF Digital no celular

Governo libera novo RG gratuito e CPF Digital no celular.

Nos últimos meses os brasileiros ganharam duas novidades que envolvem a Carteira de Identidade (RG) e o CPF.

O CPF foi disponibilizado para ser emitido na tela do seu celular. O governo lanou o novo CPF Digital que poderá ser acessado por meio de um aplicativo e diversos estados estão emitido o novo modelo de Carteira de identidade (RG), que reúne informações de 14 outros documentos. Veja como fazer para ter as duas novidades.

>Saiba consultar seu CPF na Serasa online e totalmente grátis!

CPF Digital no celular
Com o CPF Digital, o usuário pode exibir, na tela do celular ou do tablet, o cartão do CPF. O aplicativo também envia notificações da Receita Federal.

Como usar o CPF digital
Para usar o CPF digital será necessário baixar um aplicativo. O novo aplicativo pode ser baixado na Google Play (para dispositivos do sistema Android) e na App Store (para dispositivos com sistema iOS). O app também traz um chat de inteligência artificial que tira dúvidas sobre o preenchimento da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2020 (IRPF).

>Caixa libera novos depósitos da segunda parcela de auxílio emergencial

Novo RG
O novo RG já está disponível vários estados. A primeira via é gratuita e a emissão junto ao órgão responsável em cada estado. O novo modelo traz o número do CPF, do título de eleitor, da carteira nacional de saúde, carteira de trabalho, carteira de habilitação, certificado militar, entre outros documentos. [Veja a lista completa abaixo]. O documento tem ainda informações sobre o tipo sanguíneo e condições específicas de saúde do titular que possam auxiliar em socorro de urgência.

>Auxílio Emergencial pode pagar parcelas de R$ 1.800 em alguns casos

O RG será suficiente para provar todos os registros e vai dispensar a apresentação dos outros documentos. A carteira de identidade conta ainda com novas ferramentas de segurança, como um QR Code que vai permitir que autoridades públicas confirmem a veracidade do documento.

>Cadastro para auxílio emergencial poderá ser feito nos Correios

Documentos que podem ser incluídos:

  1. NIS (Número de Identificação Social)
  2. Número do PIS (Programa de Integração Social)
  3. Número PASEP (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público)
  4. Número do Cartão Nacional de Saúde, registro do SUS (Sistema Unificado de Saúde)
  5. Número do Título de Eleitor
  6. Número do documento de identidade profissional expedido por órgão ou entidade legalmente autorizado
  7. Registro da Carteira de Trabalho e Previdência Social
  8. Carteira Nacional de Habilitação
  9. Certificado Militar
  10. Tipo sanguíneo e fator Rh
  11. Condições específicas de saúde cuja divulgação possa contribuir para preservar a saúde ou salvar a vida do titular
  12. Nome social
  13. Documento de Identidade Profissional
  14. Fator RH
>Governo divulga valores dos novos salário mínimo para 2021, 2022 e 2023

Qual o valor para fazer o novo RG?
Nos estados em que a emissão já é realizada, o novo modelo de documento é direcionado a quem está tirando a carteira de identidade pela primeira vez ou está em busca de uma segunda via. A maioria dos estados não cobram pela primeira via do documento. Já para tirar segunda via é cobrada uma taxa que varia de um estado para o outro.

Onde fazer o novo RG
Esses são os estados onde o documentopode ser emitido:

  1. Goiás
  2. Mato Grosso
  3. Acre
  4. Maranhão
  5. Ceará
  6. Rio de Janeiro
  7. Paraná
  8. Rio Grande do Sul
  9. Santa Catarina
  10. Pernambuco
  11. São Paulo
  12. além do Distrito Federal.

>Como conferir se o seu CPF foi utilizado para pedir o Auxílio Emergencial indevidamente

Estados que o novo RG será implantando até março 2020:

  1. Alagoas (AL)
  2. Amapá (AP)
  3. Amazonas (AM)
  4. Bahia (BA)
  5. Espírito Santo (ES)
  6. Mato Grosso do Sul (MS)
  7. Minas Gerais (MG)
  8. Pará (PA)
  9. Paraíba (PB)
  10. Piauí (PI)
  11. Rio Grande do Norte (RN)
  12. Rondônia (RO)
  13. Roraima (RR)
  14. Sergipe (SE)
  15. Tocantins (TO)