Ministério da Saúde libera 3ª dose de vacina contra a Covid-19 para todos os adultos

Ministério da Saúde libera 3ª dose de vacina contra a Covid-19 para todos os adultos
Ministério da Saúde libera 3ª dose de vacina contra a Covid-19 para todos os adultos

Ministério da Saúde libera 3ª dose de vacina contra a Covid-19 para todos os adultos

Nesta terça-feira, 16, o Ministério da Saúde afirmou que todos acima de 18 anos poderão tomar a dose de reforço cinco meses após ter recebido a segunda dose. A informação foi dada pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga nesta terça-feira (16)

“Já tínhamos autorizado a aplicação desta dose de reforço, ou adicional, para todos aqueles que tinham tomado a segunda dose há mais de seis meses e que tivessem [mais de] 60 anos. Agora, graças às informações advindas dos estudos científicos realizados para avaliar a aplicação da terceira dose – e dos quais já temos dados preliminares -, decidimos ampliar esta dose de reforço para todos aqueles acima de 18 anos de idade que tenham tomado a segunda dose há mais de cinco meses”, disse o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga

Com a medida, pessoas que receberam duas doses das vacinas CoronaVac, Pfizer e Astrazeneca podem voltar aos pontos de vacinação para receber a dose de reforço, que tem sido aplicada com o imunizante da Pfizer. Já aqueles que receberam uma aplicação da Janssen, precisam tomar a segunda dose da vacina, agora considerada como de regime de duas doses.

Desde o fim de setembro, o Ministério da Saúde indica a aplicação da dose de reforço em pessoas acima de 60 anos, além de integrantes de grupos de risco, como pacientes em quimioterapia, com imunodeficiência, pessoas que vivem com HIV/Aids, entre outros casos.

Segundo a pasta, mais de 350 milhões de doses das vacinas contra a covid-19 já foram distribuídas para todo o país, e mais de 297 milhões já foram aplicadas ao longo de onze meses. Mais de 157 milhões de pessoas tomaram ao menos uma dose do imunizante – número que, segundo a pasta, representa 88% do público-alvo previsto no plano nacional de vacinação contra a doença. No entanto, cerca de 21 milhões de pessoas ainda não retornaram para tomar a segunda dose na data prevista.

>>Simões Filho retoma vacinação contra Covid-19 nesta terça (16); confira o cronograma