Pele Desidratada x Pele Seca: quais são as diferenças e como tratar

Pele Desidratada x Pele Seca: quais são as diferenças e como tratar
Pele Desidratada x Pele Seca: quais são as diferenças e como tratar

Pele Desidratada x Pele Seca: quais são as diferenças e como tratar

Embora a pele desidratada e o ressecamento pareçam termos que podem ser usados de forma intercambiável, há uma diferença fundamental entre os dois. Pele seca é um tipo de pele real que ocorre quando há falta de lipídios em sua pele. Isso leva à sua pele sem a capacidade inerente de formar uma barreira protetora na pele que impede que a umidade vaze ao longo do dia.

Por outro lado, a desidratação acontece devido à falta de água na pele. A desidratação ainda apresenta sintomas diferentes como sua pele parecendo maçante e se sentindo apertada, o que nem sempre pode ser visto com a pele seca. Com tal distinção entre os dois, é necessário olhar para as causas para ambos em detalhes, a fim de remedia-los da maneira correta. Veja como você pode entender se sua pele está realmente seca ou apenas se sentindo desidratada, e como lidar com cada preocupação.

>>Veja como se livrar do frizz e aprenda 3 máscaras caseiras

Causas da pele desidratada

Como mencionado anteriormente, a desidratação da pele não é nada além da falta de água real em sua pele. Sua pele fica desidratada junto com seu corpo, o que significa que qualquer tipo de perda excessiva de fluidos do seu corpo levará sua pele a se sentir desidratada também. Alguns desses fatores podem ser uma tendência a suar excessivamente, malhando, bebendo menos quantidades de água, vômitos, inflamação no corpo (febre), diarreia ou até mesmo ficar queimada.

Uma maneira simples de testar que seu corpo está sem água é beliscar a pele enrugada na parte de trás do dedo, na dobra. Se a pele diminuir rapidamente, sua pele está devidamente hidratada. Se a pele fica agarrada no topo e leva alguns segundos para se acalmar, então há uma falta de hidratação.

Sintomas de pele desidratada

A pele desidratada apresenta sintomas únicos que podem ser usados para identificar a condição. Algumas das coisas para se ter cuidado são-

  • Sombras ao redor do nariz – O recuo ao redor da área do nariz pode se tornar o primeiro sinal de desidratação à medida que a pele aqui fica escura e sombria.
  • Coceira na pele – Alguns dos fatores que levam à sensação de coceira na pele desidratada são condições climáticas adversas, atividade física excessiva levando à coceira do suor, ar condicionado seco, etc.
  • Círculos escuros – A razão pela qual a manhã após uma noite de bebida faz você acordar com olhos afundados é desidratação. Isso porque um corpo desidratado é incapaz de manter o fluxo sanguíneo saudável para a pele, levando a uma área escura sob os olhos que é bastante proeminente.
  • Pele maçante – Quando sua pele não tem água, pode levar a uma perda de elasticidade e gordurosa. Essa falta de água se manifesta na forma de pele que parece maçante, sedenta e precisa desesperadamente de um impulso de hidratação.

Causas da pele seca

Ao contrário da pele desidratada, a pele seca é na verdade um tipo de pele que tem menos a ver com o estado de hidratação do seu corpo em comparação com a forma como sua pele está por conta própria. Algumas das principais causas da pele seca são genética e idade – se seus pais e irmãos têm pele seca, as chances são de que você terá a pele seca também.

Da mesma forma, sua pele tende a ficar mais seca à medida que envelhece, com mulheres com mais de 40 anos lutando com a pele seca em grande parte. Alguns dos fatores externos que contribuem para a pele seca são climas com ar seco, hábitos inadequados de banho, como usar água muito quente, usar produtos de skincare excessivamente secos e hábitos como fumar e consumo de álcool.

>>3 ideias simples e caseiras para deixar sua casa com cheiro de natal

Sintomas de pele seca

Em comparação com a pele desidratada, a pele seca não controlada tem sintomas que variam de controláveis a graves, que podem precisar de intervenção clínica –

  • Pele irregular – Ao contrário da pele desidratada que não se apresenta com nenhuma alteração de textura da pele, a pele seca pode ficar irregular se não for cuidada. Isso se deve a uma falta prolongada de umidade na pele que pode afetar a textura da pele a longo prazo.
  • Pele descamando – Os tipos de pele seca podem muitas vezes experimentar descascamento e descamação da pele, especialmente em condições climáticas frias e adversas. O peeling pode variar de leve a grave, com tratamentos que vão desde cremes OTC até emolientes prescritos por dermatologistas.
  • Pele rachada – Muitas vezes apresentado em uma condição muito pior nos calcanhares e cotovelos, a pele seca às vezes pode rachar; com alguns até experimentando sangramento, especialmente nos lábios.
  • Sensação de picada ou queimação – A pele excessivamente seca é a principal razão para aumentar a sensibilidade da pele, levando a formigamento ou sensação de queimação quando você usa certos produtos.

Como tratar a pele desidratada

Pele desidratada é uma condição bastante controlável, basta lembrar essas dicas a seguir –

1- Mantenha as névoas faciais à mão – Se sua pele tende a ficar desidratada muito, mantenha as névoas faciais à mão.

2- Mude para limpadores hidratantes – Sabonetes ou limpadores severos podem tirar a hidratação da pele, tornando-a propensa a embotamento. Mude para limpadores suaves e hidratantes que trabalham na hidratação da pele enquanto a limpa. Limpadores à base de gel e à base de água são uma boa escolha para isso.

3- Inclua uma essência em sua rotina de skincare – Essências são leves como toners faciais, mas sem o efeito matte. Eles são aplicados logo após a limpeza do rosto para substituir qualquer perda de umidade que a lavagem facial tenha causado. Essências infundidas com ácido hialurônico, panthenol, extrato de algas, vitaminas C e E ajudarão a redefinir a pele seca e mantê-la hidratada por mais tempo.

4- Tente manter os níveis de hidratação em seu corpo – Há muito que você pode fazer por sua pele de fora para manter a pele hidratada, por isso certifique-se de consumir grandes quantidades de água, limitar sua ingestão de cafeína e álcool, hidratar durante a atividade física e evitar tempo prolongado em espaços climatizados. Uma boa dica é investir em um umidificador para passar os meses difíceis de inverno com segurança.

>>Como fazer seus olhos parecerem maiores usando maquiagem

Como lidar com a pele seca

Com a pele seca, você pode precisar fazer algumas mudanças de skincare e estilo de vida a longo prazo, ou seja –

1- Mude para cremes grossos – Ao lidar com a pele seca, você precisa de cremes mais grossos em vez de loções.

2- Mude seus hábitos de banho – Fique longe de banhos de água quente e deixe sua pele secar ao ar para evitar agitar demais sua pele. Atenha-se a limpadores suaves e sem fragrâncias que não irritam sua pele excessivamente sensibilizada.

3- Acompanhe uma rotina esfoliante – A pele seca tende a ter acúmulo de células mortas da pele que podem cortar ainda mais a umidade que você tenta fornecer-lhe outros produtos. Use um esfoliante físico ou químico pelo menos duas vezes por semana para tirar as células mortas da pele e manter a pele fresca.

4- Consulte um dermatologista – Condições graves de pele seca como eczema e psoríase precisam de consulta de um dermatologista para ajudar a gerenciar. Então, certifique-se de que você está vendo um especialista em vez de tentar remediar essas condições por conta própria.

>>Veja como evitar que suas unhas fiquem frágeis e quebradiças