Receita espera 700 mil declarações do IR 2021 até o final desta segunda-feira

Receita espera 700 mil declarações do IR 2021 até o final desta segunda-feira
Receita espera 700 mil declarações do IR 2021 até o final desta segunda-feira

Receita espera 700 mil declarações do IR 2021 até o final desta segunda-feira

Faltando 12 horas para o fim do prazo da entrega do Imposto de Renda 2021, cerca de 700 mil contribuintes ainda não haviam prestado contas ao Leão nesta segunda-feira (31).

A Receita Federal informou que até às 11 horas desta segunda-feira (31) foram entregues 31.247.387 declarações do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2021, ano-base 2020. A expectativa é de que cerca de 32 milhões de documentos sejam recebidos.

>>BA registra 13,5% das mortes violentas no 1º trimestre de 2021 no país

Para quem apurou imposto a pagar, também precisa pagar a primeira cota ou cota única do imposto nesta segunda-feira.

A Receita também depositou, nesta segunda-feira (31), o primeiro lote de restituições do IR.

Segundo a assessoria de comunicação da Receita, não houve até agora nenhum problema de congestionamento do site para entrega.

>>Alta no preço da carne deve manter o consumo escasso até o final de 2022

Quem está obrigado a declarar e não o fizer até o último minuto deste dia terá de pagar uma multa de no mínimo R$ 165,74 e de no máximo 20% do imposto devido — o que pode não ser pouca coisa.

Segundo a assessoria de comunicação da Receita, não houve até agora nenhum problema de congestionamento do site para entrega.

Quem está obrigado a declarar e não o fizer até o último minuto deste dia terá de pagar uma multa de no mínimo R$ 165,74 e de no máximo 20% do imposto devido — o que pode não ser pouca coisa.

>>Após nascer prematuro, filho de Whindersson Nunes e Maria Lina morre em UTI

A expectativa é de que 32 milhões de contribuintes prestem contas ao Leão.

Para quem deixou a entrega literalmente para o último dia, é possível fazer e entregar uma declaração mais simples em menos de meia hora, só para se livrar da obrigação e não pagar a multa.

Depois, é claro, será preciso corrigir o documento para não cair na malha fina.

Veja mais