Transporte intermunicipal ficará suspenso entre 1º a 6 de abril na Bahia

Transporte intermunicipal ficará suspenso entre 1º a 6 de abril na Bahia
Transporte intermunicipal ficará suspenso entre 1º a 6 de abril na Bahia. Foto: Sérgio Pinheiro/TV Bahia

Transporte intermunicipal ficará suspenso entre 1º a 6 de abril na Bahia

Durante a transmissão do Papo Correria, na noite desta terça-feira (23), o governador Rui Costa anunciou a suspensão do transporte intermunicipal no estado. Ela terá validade de 1º de abril até as 5h de 6 de abril. A medida restritiva será publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta-feira (24). O objetivo é evitar a disseminação do coronavírus.

>>Sem estoque, aplicação da 1ª dose da vacina contra covid é suspensa em Camaçari

O decreto prevê que ficam suspensas, a partir da primeira hora do dia 1º de abril, a circulação e a saída, e, a partir das 09h do dia 1º de abril de 2021, a chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal rodoviário, público e privado, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans, em todo estado, até as 5h do dia 6 de abril.

>>Governo abre 6 mil vagas de cursos gratuitos com bolsa de R$ 120 na Bahia

Também ficam suspensas, a partir de 20h do dia 31 de março, a circulação, a saída e a chegada de ferry boats e catamarãs, em todo estado, até as 5h do dia 06 de abril.

Em entrevista ao Jornal da Manhã desta quarta (24), Rui disse que a suspensão do transporte durante o feriado da Semana Santa e Páscoa, tem o objetivo de “não jogar fora” os esforços feito pelo órgão estadual, prefeitos, comércio e população.

>>Brasil tem 3.241 mortes e 82.493 infectados por covid em 24 horas

“Se a gente permitir que cidades que estão com alto índice de contaminação migrem para essas cidades, nós vamos jogar fora todo esforço feito até agora. Então é um sacrifício, sei que as pessoas gostam de viajar nesse período, rever amigos, parentes, mas é em nome do nosso esforço, meu, seu, de toda população, do comércio que ficou fechado. Então não podemos jogar fora tudo o que foi feito ao longo de muitas semanas por conta de uma viagem”, concluiu.

Veja mais