Você sabe o que é rosácea e como tratar esse problema na pele?

Você sabe o que é rosácea e como tratar esse problema na pele?
Você sabe o que é rosácea e como tratar esse problema na pele?

Você sabe o que é rosácea e como tratar esse problema na pele?

A rosácea é uma doença inflamatória crônica da unidade pilossebácea: os folículos pilossebáceos são uma unidade funcional composta pelo cabelo, pela glândula sebácea e pelo músculo eretor. Em geral, afeta pessoas com mais de 30 anos e principalmente mulheres, embora alguns homens também sofram.

Quais são suas causas?

Pode ser devido a uma predisposição genética ou fatores ambientais. O dermatologista Belén Giraud Billoud explicou isso e como tratá-lo.

A rosácea geralmente está localizada em áreas convexas ou salientes da face, como bochechas, testa, queixo e nariz. E se manifesta com a vermelhidão dessas áreas, podemos vê-la na forma de telangiectasias (vasinhos), pápulas e pústulas (espinhas), ardor, ardência, pele seca e intolerância a alguns produtos.

O dermatologista Belén Giraud Billoud -Mat. 11920- ele nos disse que também pode afetar a área dos olhos com vermelhidão da pálpebra, conjuntivite e olho seco. É muito importante detectá-lo precocemente e tratá-lo com um oftalmologista.

Segundo a especialista, não é algo permanente, mas brota, mas também há momentos de remissão sem sintomas.

>>Remédios caseiros para transpiração excessiva e odor nas axilas

Existem diferentes tipos de rosácea, mais especificamente quatro variantes:

1- Rosácea eritemato-telangectática: aparece como vermelhidão da face, ardor e aparecimento de vasinhos na face.
Rosácea pápula-pustulosa: a vermelhidão aparece, mas a quantidade de espinhas é mais como um efeito acne, especialmente nas bochechas.

2- Rosácea Phimatous: há um espessamento porque a pele suportou esta inflamação por muito tempo. Possui as mesmas características da rosácea anterior descrita, podendo aparecer no nariz, orelhas, testa e pálpebras.

3- Rosácea ocular: apresenta-se com coceira, ardor e vermelhidão nos olhos.

>>Adeus ao clareamento invasivo: clareie seu cabelo naturalmente em casa

Existem fatores que causam o surto?

O dermatologista disse que sim, principalmente luz ultravioleta, álcool, alimentos picantes, exercícios físicos ou ambientes fechados, entre outros.

Mas também existem muitas opções que podemos experimentar para que a rosácea não apareça, como o uso permanente de protetor solar e a limpeza diária com produtos para peles sensíveis ou hidratantes.

O que Giraud Billoud recomenda é que, diante de qualquer sinal que possa marcar uma rosácea, consulte um dermatologista para indicar o tratamento adequado, que pode ser de cremes a géis ou lasers.

2 remédios caseiros para Rosácea

O remédio caseiro para rosácea com Aloe Vera tem ação regeneradora, antioxidante, cicatrizante e hidratante na pele e não causam efeitos colaterais como os outros tratamentos.

Ingredientes

  • 1 folha de Aloe Vera (quanto mais grossa a folha)
  • Recipiente para depositar a seiva

>>Colágeno caseiro para combater rugas e dar elasticidade a pele

Modo de preparo

Após o corte da folha deve-se deixar escorrer a resina amarela da planta e com o auxilio de uma faca retirar toda a casca verde deixando apenas o conteúdo do seu interior. Coloque no recipiente a seiva retirada para então aplicar sobre a lesão na pele após lavar o rosto.

Remédio caseiro para rosácea com água de rosas

O remédio caseiro para rosácea com água de rosas pode ser eficaz para diminuir seus sintomas devido as suas propriedades antissépticas.

Ingredientes

  • Pétalas de 1 rosa e meia
  • 1 litro de água

Modo de preparo

Ferver as pétalas junto litro de água. Deixe esfriar, coar e guardar na geladeira num frasco de vidro bem fechado. Aplicar na pele pela manhã e a noite e quando houver crise aplicar após todas as vezes em que lavar o rosto.

Os tratamentos naturais para rosácea ajudam a controlar os sintomas desta doença com o benefício de não provocar efeitos colaterais como os medicamentos habitualmente receitados, mas o dermatologista é o médico indicado para diagnosticar e tratar corretamente esta doença.

>>6 coisas que você deve comer para prevenir câimbras musculares

Veja mais