André Gonçalves tem prisão decretada e deverá usar tornozeleira eletrônica

André Gonçalves tem prisão decretada e deverá usar tornozeleira eletrônica
André Gonçalves tem prisão decretada e deverá usar tornozeleira eletrônica

O ator André Gonçalves teve a prisão decretada pela justiça nesta segunda-feira, 22 e tem 60 dias para se apresentar. Segundo o colunista Leo Dias, o ator deverá usar tornozeleira eletrônica.

A prisão é motivada por uma dívida de R$ 350 mil de pensão alimentícia para a filha, Valentina Benini, 18, fruto do relacionamento com a jornalista e atriz Cynthia Benini.

A pensão, segundo o colunista, é de R$ 4,5 mil por mês, mas foi paga de forma regular até 2007. A não continuidade dos pagamentos gerou dívida de mais de R$ 112 mil. Com os juros e correção monetária, a dívida chegou a R$ 352.576,01.

A prisão domiciliar determinada é de 60 dias e Gonçalves será monitorado por uma tornozeleira eletrônica. De acordo com o advogado do ator, Dr. Sylvio Guerra, ele cumprirá a determinação judicial.

“Há 5 anos André foi demitido, está desempregado e nesses anos todos os juízes acolheram provas e ponderações de que sem emprego não há como ele arcar com a pensão alimentícia integralmente. Porém, não deixou nunca os filhos desamparados. Toda vez que ele faz um trabalho, paga uma parte, não integral”, disse o advogado.

Além de Valentina, o ator é pai também de Manuela, de 22 anos, fruto do relacionamento com a atriz Tereza Seiblitz, e Pedro Arthut, 19 anos, fruto do relacionamento com Myriam Rios.

Até o momento, André Gonçalves não se pronunciou sobre a decisão da justiça.

>>Justiça condena filhos de ex-deputada Flordelis por morte de pastor

Veja mais