Após veto de Bolsonaro, 11 estados e DF aprovam distribuição gratuita de absorventes

Após veto de Bolsonaro, 11 estados e DF aprovam distribuição gratuita de absorventes
Após veto de Bolsonaro, 11 estados e DF aprovam distribuição gratuita de absorventes

Após veto de Bolsonaro, 11 estados e DF aprovam distribuição gratuita de absorventes

Após o governo de Jair Bolsonaro vetar a entrega gratuita de absorventes para  mulheres em situação de vulnerabilidade social, já são onze estados e o Distrito Federal que pretendem adotar ou já sancionaram leis estaduais para distribuição gratuita dos itens de higiene na rede de ensino, indica um levantamento feito pela Agência CNN Brasil.

A ação visa combater a evasão escolar, já que a falta de absorventes e a impossibilidade de comprá-los fazem com que meninas deixam de ir à escola

Os 11 estados além do DF são: São Paulo, Pernambuco, Piauí, Paraíba, Amazonas, Pará, Ceará, Bahia, Paraná, Roraima e Rio Grande do Norte.

De acordo com pesquisa feita pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e pelo Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), 62% das meninas entrevistadas afirmaram que já deixaram de ir à escola por causa da menstruação, enquanto 35% afirmaram que já passaram por alguma dificuldade por não ter acesso a absorventes.

Na Paraíba, por exemplo, a medida já foi adotada e ampliada para atender também homens trans que menstruam. O estado também oferece absorventes (internos/externos descartáveis), coletores menstruais e calcinhas absorventes (reutilizáveis), que são dois meios mais ecológicos do que os absorventes comuns.

>>Bolsonaro diz que determinará redução da bandeira tarifária na luz

*Agência Atarde

Veja mais