PIX: novo recurso libera serviço semelhante à emissão de boletos a partir de maio

PIX: novo recurso libera serviço semelhante à emissão de boletos a partir de maio
PIX: novo recurso libera serviço semelhante à emissão de boletos a partir de maio. Foto: Divulgação

PIX: novo recurso libera serviço semelhante à emissão de boletos a partir de maio

Nesta quinta-feira (22) o Banco Central (BC) anunciou uma nova funcionalidade do serviço de pagamentos instantâneo , Pix. A partir de 14 de maio, por meio do ” Pix Cobrança “, o prestador de serviço poderá emitir um QR Code para receber pagamentos imediatos em pontos de venda ou comércio eletrônico, por exemplo, além de cobranças com vencimento futuro, como num boleto bancário.

>>Tarifa de ônibus fica mais cara em Salvador a partir de segunda-feira (26)

Pelo aplicativo será possível definir prazo, valor, multa e até juros . As instituições financeiras terão até julho para se adaptar às mudanças.

“A regra estabelece que as instituições participantes do Pix, que não conseguirem proporcionar a experiência completa de pagamento (leitura do QR Code e pagamento em data futura) no período de 14 de maio a 30 de junho, terão que, no mínimo, possibilitar a leitura e o pagamento na data da leitura do QR Code, com todos os encargos e abatimentos calculados corretamente”, diz o Banco Central em nota.

>>Simões Filho recebe novas doses da vacina e convoca idosos de 60 anos

“Esse é um período transitório, que dá as instituições um tempo adicional para finalizar as adequações nos sistemas. A partir de 1º de julho todos os participantes precisam ser capazes de fazer a leitura do QR Code e possibilitar o pagamento do QR Code para data futura”, completa.

Além disso, o sistema se prepara para permitir transações instantâneas internacionais.

>>Após manifestação, paciente em estado grave consegue regulação em Simões Filho

Veja mais