Alexandre Garcia é demitido da CNN após defender tratamento precoce para prevenir Covid-19

Alexandre Garcia é demitido da CNN após defender tratamento precoce para prevenir Covid-19
Alexandre Garcia é demitido da CNN após defender tratamento precoce para prevenir Covid-19

 Alexandre Garcia é demitido da CNN após defender tratamento precoce para prevenir Covid-19

A CNN Brasil anunciou, nesta sexta-feira (24/09), que Alexandre Garcia não faz mais parte do seu quadro de comentaristas. A emissora decidiu demitir o jornalista, que participava diariamente do quadro Liberdade de Opinião, exibido dentro do jornal matinal Novo Dia, apresentado por Rafael Colombo e Elisa Veeck.

A decisão se deu depois que Garcia defendeu “mais uma vez” o chamado tratamento precoce em combate à Covid-19. Em sua participação nesta sexta, ele chegou a dizer que a eficácia dos medicamentos do chamado kit Covid são eficazes em pacientes no estágio um e dois da doença. A fala do jornalista foi imediatamente desmentida pela apresentadora Elisa Veeck.

“Não existe um tratamento precoce comprovado cientificamente para prevenir a Covid-19”, explicou a colega, reforçando que a prevenção é feita “com o uso de máscaras e vacinação”.

Horas depois da CNN Brasil anunciar a demissão do jornalista Alexandre Garcia, o profissional usou as redes sociais para falar do ocorrido.

“Você que me acompanhava todos os dias só no ‘Liberdade de Opinião’ da CNN, agora pode continuar me seguindo diariamente no meu canal do YouTube. Seja muito bem-vindo!”, escreveu o jornalista em sua postagem no twitter.

>>Médico pode ter sido assassinado após alertar possível abuso sexual a criança

Confira a íntegra da nota da CNN:

A CNN Brasil comunica que rescindiu o contrato com o jornalista Alexandre Garcia nesta sexta-feira (24).

A decisão foi tomada após o comentarista reiterar a defesa do tratamento precoce contra a Covid-19 com o uso de medicamentos sem eficácia comprovada.

O quadro “Liberdade de Opinião” continuará na programação da emissora, dentro do jornal “Novo Dia”.

A CNN Brasil reforça seu compromisso com os fatos e a pluralidade de opiniões, pilares da democracia e do bom jornalismo.

>>Profissionais de saúde receberão dose de reforço contra Covid-19

Veja mais