R$ 7 BI ESQUECIDOS! Dinheiro está disponível e brasileiros não sabem

O acesso ao SVR foi retomado em março deste ano. O maior valor solicitado por uma empresa foi de R$ 3,2 milhões,

R$ 7 BI ESQUECIDOS! Dinheiro está disponível e brasileiros não sabem

Você já parou para imaginar o quanto de dinheiro pode está esquecido por aí, perdido em contas bancárias e instituições financeiras? Pois é, acredite ou não, o serviço de valores a receber do Banco Central (BC) revelou que ainda há incríveis R$ 7.123 bilhões à espera de seus verdadeiros donos.

Parece até o enredo de um filme de aventura em busca de tesouros perdidos, não é mesmo? Mesmo depois de quatro meses desde a retomada da plataforma que possibilitou o saque desses valores, essa quantidade continua aguardando para ser resgatada. Mas como isso acontece? Como tantas pessoas e empresas deixam para trás uma fortuna? Muito provavelmente essa resposta se resume em falta de informação.

Como verificar se tem direito a algum valor?

Desde o dia 7 de março, foram resgatados R$ 4.168 bilhões por meio do Sistema de Valores a Receber (SVR). Esse montante já beneficiou 13,9 milhões de pessoas e 535 mil empresas. Somente em maio, os resgates totalizariam R$ 232 milhões. Para verificar se tem direito a algum valor, o cidadão deve acessar o site do SVR e clicar em “Consulte valores a receber”. É necessário preencher o campo do CPF ou CNPJ e informar a data de nascimento.

De acordo com o Banco Central, 62,8% das pessoas que possuem dinheiro “esquecido” nos bancos podem recuperar valores de até R$ 10. Cerca de 25,16% têm direito a receber entre R$ 10,01 e R$ 100 , e 10,23% podem ter devolução de valores entre R$ 100,01 e R$ 1.000. Aqueles com valores acima de R$ 1.000,01 correspondem a 1,78% do total.

O SVR foi lançado pelo BC no início de 2022 com o objetivo de permitir que a população recupere valores esquecidos em bancos e outras instituições financeiras e de pagamento. Após um início tumultuado, devido à alta demanda pelos recursos, a segunda fase do sistema, originalmente automática para maio, foi adiada devido à greve dos servidores do BC no ano anterior. O acesso ao SVR foi retomado em março deste ano. O maior valor solicitado por uma empresa foi de R$ 3,2 milhões,

Na primeira fase do programa de devolução dos recursos esquecidos, que ocorreu de março a abril de 2022, foram disponibilizados R$ 3,9 bilhões. No entanto, apenas 8,2% desse valor (R$ 321 milhões) foram solicitados pelo meio da plataforma do BC, sendo R$ 306 milhões por pessoas físicas e R$ 15 milhões por empresas.

Como recuperar o dinheiro?

Para recuperar os valores, é possível verificar se você é um dos beneficiários acessando o sistema no site do Banco Central e preenchendo os campos com o CPF (Cadastro de Pessoa Física) ou CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica). Caso exista algum valor a ser resgatado, você pode clicar no botão “Acessar o SVR” e será redirecionado para obter mais informações e verificar como solicita os recursos. É necessário possuir uma conta nível prata ou ouro no sistema do governo federal, gov.br, para realizar o processo.

Dentro do sistema, clique no botão “Meus valores a receber”. Leia e aceite o Termo de Ciência. Em seguida, você poderá visualizar o valor total a ser recebido, o nome e os dados da instituição responsável por devolver o valor e a origem (tipo) do valor a ser resgatado.

Veja também: ACABOU! Programa do governo chega ao FIM e brasileiros LAMENTAM